Dear Illana,

Sou estudante de Medicina  e tenho planos  de trilhar uma carreira científica.  O clima na minha casa não é muito agradável, pois os meus pais, católicos carismáticos, querem que eu largue a universidade (  ou me transfira para o curso de enfermagem ou nutrição ) e me case com  um jovem empresário, que tem ambições políticas. Os  meus pais falam que eu posso ser a Jacqueline “Jackie” Lee Bouvier Kennedy Onassis do Brasil.  Eles também ficam  dizendo que toda mulher precisa de um homem. Não tenho vocação para casamento, e quero morar no exterior. O que eu faço?  Cristina Z. – Brasília – DF

 

Dear Cristina,

 

Os seus pais devem ser do tempo em que o ditador Médice andava prendendo, torturando e matando cidadãos  inocentes . Mulher forte, como é o seu caso, não precisa de homem não; nem para sexo. É só comprar um vibrador.  Pelo que sinto, o “empresário” não deve gostar da fruta.  O seu casamento corre o perigo de se tornar mais  um entre os milhares de matrimônios da sociedade  em que o político/empresário usa a mulher para construir uma família com objetivos políticos . Mulher sem personalidade aceita uma situação com essa. É só ligar a TV,  para assistir  diversas figuras patéticas nos Três Poderes  :   cabelos pintados, botox na cara, falando de moral, família, pátria e tradição. A sensação é que uma “Drag Queen” foi atropelada por um Scania. Vivemos no ano 5776.  Siga o seu coração e faça planos o seu futuro. Com carinho, Illana.

Print Friendly, PDF & Email