Governo Central tem superávit primário de R$ 11,184 bilhões em julho

 

Daniel Lima
Repórter da Agência Brasil

Brasília – O Governo Central (Previdência, Banco Central e Tesouro Nacional) registrou em julho superávit primário de R$ 11,184 bilhões ante os R$ 10,6 bilhões de junho. Com o resultado, o superávit acumulado de janeiro a julho subiu para R$ 66,9 bilhões, informou hoje (26) o Tesouro Nacional. Esse valor supera em R$ 41,2 bilhões o registrado no mesmo período de 2010. Com o resultado de julho, o Governo Central cumpriu 81,78% da meta fiscal nominal estabelecida para 2011 (R$ 81,8 bilhões).

Em julho, o Tesouro contribuiu para o resultado com um superávit de R$ 13,3 bilhões. Já a Previdência Social e o Banco Central registraram déficit de R$ 2,1 bilhões e R$ 67,2 milhões, respectivamente.

A receita bruta do Tesouro Nacional aumentou R$ 6,4 bilhões (9,7%), ao passar de R$ 66,3 bilhões, em junho, para R$ 72,7 bilhões, em julho. A evolução decorreu, entre outros fatores, devido ao aumento de R$ 8,3 bilhões na Contribuição Social sobre o Líquido Líquido (CSLL) e ao pagamento da primeira cota desse tributo referente ao trimestre encerrado em junho. Outro fator é o pagamento de débitos em atraso, no valor de R$ 5,8 bilhões, decorrente de questionamentos judiciais.

Houve ainda o crescimento de R$ 5,7 bilhões na arrecadação do Imposto de Renda Pessoa Jurídica, em função, segundo o Tesouro, da maior lucratividade das empresas no último trimestre de 2010 e nos seis primeiros meses de 2011.

Logo mais, o Banco Central divulgará o resultado consolidado do setor público.

Edição: Juliana Andrade


Print Friendly, PDF & Email